quinta-feira, 30 de março de 2006

Às voltas à procura de um emprego no estrangeiro.
De preferência fora do mundo, ou pelo menos longe dele.
Nem sempre é fácil, nunca estamos contentes com o que conseguimos, é impossivel não desesperar, mesmo que se jure o contrário!

Mas há que pensar no depois, tentar tudo, rir ao espelho, e tentar mesmo sem se acreditar... a velha história!

Com o devido respeito e com a noção de estar a gerar polémica, o desemprego é para quem não se quer mexer!